Inovação com foco em produtividade: 4 dicas para a sua empresa

A inovação com foco em produtividade é um esforço de criação de novos processos, além da inserção de ferramentas e métodos disruptivos para fazer mais e melhor com menos tempo e gastando pouco.

Nos últimos anos, esse tem sido o desejo de dez em cada dez empresários. E nos próximos anos, essa busca será ainda mais intensa. Tanto que, segundo um estudo global da Accenture, mais de 90% dos executivos acreditam que o sucesso de longo prazo depende do desenvolvimento de ideias “fora da curva”.

É sobre isso que vamos conversar neste artigo. Continue lendo para ver algumas dicas que podem tornar sua empresa mais inovadora e produtiva.

4 maneiras de promover a inovação com foco em produtividade no seu negócio

1. Crie um ambiente propício para a inovação

Tudo começa pela cultura corporativa. É preciso superar o tradicionalismo e começar a olhar para maneiras diferenciadas de conduzir o negócio, bem como proporcionar meios para que os profissionais sejam incentivados a serem criativos  e ousados no dia a dia de trabalho.

Uma boa dica é olhar para a operação de maneira sincera e verificar o que precisa ser modificado para que o pensamento inovador floresça. Implementar ferramentas de comunicação de mão dupla talvez seja um bom começo. Quanto melhor for o diálogo interno, mais as ideias vão circular e maiores são as chances de surgirem inovações.

Mais do que procurar por soluções fora da caixa, às vezes a melhor opção é pensar como inovar no processo com soluções que já são consolidadas. E aproveitar a tecnologia para promover mudanças.

Um estudo da Tera sobre o futuro do trabalho e o impacto da tecnologia nas pessoas aponta que 56% das empresas já perceberam que a transformação digital afetou totalmente seus negócios.

2. Invista no desenvolvimento dos talentos já disponíveis

Muitos gestores acreditam que precisam ir em busca de novos talentos para inovar. Nem sempre isso é necessário. Às vezes, olhar com mais carinho para os profissionais que já fazem parte da força de trabalho da empresa e buscar meios de capacitá-los pode surtir bom efeito.

A pesquisa da Tera aponta que muitos profissionais acreditam estar capacitados, mas a realidade não é bem assim. Ao analisar os conhecimentos digitais, os pesquisadores descobriram que “daqueles que se declararam capacitados digitalmente, 12% não conhecia nenhuma das competências técnicas listadas e 30% disseram não possuir nenhuma delas”. Ou seja, há muito trabalho a ser feito para desenvolver talentos.

Não é em vão que as empresa mais inovadoras do mundo são aquelas que melhor trabalham sua gestão de pessoas. É preciso ter em mente que a inovação deve ser uma filosofia de dentro para fora, nunca o contrário.

Espaços para treinamentos, mentorias e cursos, fazem parte de uma organização que visa a gestão de mudança para os seus usuários. Prezar pela adoção das ferramentas e  no melhor desempenho a partir dos recursos entregues, são cuidados que cada gestor precisa procurar desenvolver.

3. Incentive a integração das equipes e a colaboração

Já está comprovado: não é possível inovar sem colaborar. Isso porque a inovação, seja ela incremental ou disruptiva, é sempre resultado de muitas ideias que, unidas, resultam em criatividade.

Logo, é fundamental investir em maneiras de tornar as equipes mais integradas. É fazer com que times que teoricamente não “conversam” entre si na hierarquia consigam cooperar de maneira orgânica, com estruturas cada vez menos verticalizadas.

Como o pessoal da produção pode ajudar a equipe de vendas a conseguir novos clientes? Como o marketing pode auxiliar o time de atendimento ao cliente a encantar o mercado? Esse tipo de pergunta pode ser um ponto de partida.

→ Leia também: Colaboração entre equipes: tudo o que você precisa saber para melhorá-la!

4. Invista em tecnologia e serviços digitais

Toda empresa que quer melhorar a inovação com foco em produtividade deveria estar olhando agora para a tecnologia digital. Hoje não é mais preciso investir milhares de reais em infraestrutura, sistemas, equipamentos etc. Já há no mercado diversos serviços digitais que substituem os esforços internos e entregam resultados ainda melhores do que se conseguia com a TI tradicional.

O exemplo disso são os softwares como serviço (SaaS), ou seja, o uso de aplicações virtualizadas, por meio da computação em nuvem. Eles reduzem os custos, proporcionam mobilidade, simplificam os processos, entre outros benefícios.

Com mais tecnologia disponível, é possível realizar melhorias nos processos internos, o que facilita para que as pessoas produzam mais e inovem nos mais variados sentidos (produtos e serviços, processos, relacionamento com os clientes etc.).

E o melhor, segundo o estudo da Tera “88% das pessoas se diz empolgada com a chegada da tecnologia no trabalho e mais de 86% está confiante de que essa transformação vai gerar cenários positivos para o seu trabalho”.

O que você tem feito para melhorar a inovação com foco em produtividade na sua empresa? Gostou das nossas dicas? Deixe seu comentário!