Novas formas de trabalho: quais são e como explorá-las para inovar e produzir mais

Nos últimos anos, novas formas de trabalho estão surgindo com um ritmo que é até difícil de acompanhar. A boa notícia é que esse movimento pode ser bastante útil para as empresas que querem inovar e ser mais produtivas.

Neste artigo, o que nós propomos é uma reflexão acerca dessas novas maneiras de realizar atividades profissionais. Continue lendo para ver algumas dicas que vão te ajudar a explorá-las em favor do seu negócio!

A importância das novas formas de trabalho surgidas nos últimos anos

Em maio de 2018, o Brasil literalmente parou. Grande parte da frota de caminhões do país deixou de operar, o que causou atrasos na circulação de mercadorias em todo o território nacional.

Os efeitos dessa paralisação fizeram estremecer a economia, mercadorias e até remédios começaram a desaparecer das prateleiras — em um período bastante conturbado.

Também as empresas tiveram problemas com sua força de trabalho, uma vez que os caminhoneiros também impediram a circulação de veículos em pontos estratégicos dos acessos a cidades como São Paulo, Rio de Janeiro e outras capitais.

As mais prejudicadas, contudo, foram aquelas empresas que não estavam preparadas para proporcionar meios de trabalho remoto aos seus colaboradores. E isso impactou significativamente a produtividade e até as finanças desses negócios.

Esse é um exemplo extremo de como as organizações que já atuam com formas inovadoras de trabalho podem lidar com crises como essa. Afinal, a maior parte das atividades relacionadas à área administrativa, por exemplo, não deveriam mais depender das quatro paredes dos escritórios.

3 exemplos de novas formas de trabalho que estão revolucionando os negócios

1. Home office

Bastante utilizado por startups e empresas de tecnologia, o home office consiste em disponibilizar ferramentas tecnológicas e equipamentos para que os profissionais trabalhem sem sair de casa.

Não é incomum encontrarmos empresas de vendas, por exemplo, cuja equipe de vendedores atuam a partir das suas casas. Com acesso à internet, um computador e um smartphone, os profissionais fazem contatos com clientes, realizam pedidos e geram negócios sem precisar enfrentar o trânsito das grandes cidades cotidianamente.

Uma boa maneira de explorar o home office é implementando o G Suite, plataforma de serviços na nuvem que reúne diversos recursos que costumam ser explorados por outros diferentes  softwares — que custam caro e requerem muito tempo de implementação, personalização e integração entre si.

Por exemplo, com o G Suite, você já possui em uma única plataforma apps como e-mail, agenda, videoconferência, documentos, entre tantos outros.

→ Leia também: Por que implementar o Google G Suite com a Gentrop?

2. Serviços digitais

Com a computação em nuvem, grande parte dos recursos tecnológicos necessários para o funcionamento administrativo de uma empresa agora podem ser virtualizados. Já é possível, por exemplo, contratar empresas prestadoras de serviços de contabilidade que atuam 100% online.

Normalmente, essas empresas contratam profissionais que atuam diretamente de casa e cumprem com as atividades negociadas com os clientes sem a necessidade de ir até os escritórios.

Também se encaixa nesse perfil os serviços de transporte de pessoas que são acionados e pagos online. É o caso do Uber, do Cabify e outros apps. Esses serviços ajudam a reduzir custos e tornam a circulação de pessoas até mais seguro.

Já imaginou como você pode explorar ferramentas e inovar na experiência do seu cliente com um atendimento rápido através de chats e e-mails integrados, pesquisa de satisfação, análise de dados dos consumidores e aplicativos exclusivos para sua organização?  Com a Suite do Google voltada para otimização do trabalho em equipe, o seu serviço digital pode ir cada vez mais longe!

3. Freelancer online

Com a internet e as ferramentas digitais, hoje é bem fácil, rápido e barato encontrar profissionais que oferecem serviços pontuais. Eles são os chamados freelancers online.

Uma empresa que precise de um serviço pontual de diagramação de um portfólio de vendas, por exemplo, pode facilmente encontrar um designer na internet, negociar um valor e um prazo com ele e receber o material pronto no e-mail.

Há freelancers online para os mais diversos serviços: redação, design, prospecção de clientes, vendas, contabilidade, entre outros. E eles podem ser uma excelente opção para projetos rápidos, que custam muito dinheiro para a contratação nos moldes tradicionais.

Quando se possui uma pacote de ferramentas integrado, esse profissional pode por exemplo explorar a sua agenda abrindo visualizações e cronogramas de projetos compartilhadas com os seus clientes, pode vir a dar acessos de edição, visualização e comentários para os seus clientes estarem a par em tempo real dos conteúdos desenvolvidos, pode facilmente tirar dúvidas e atender seus clientes a partir de chat e videoconferências com alta qualidade, pode criar formulários de briefing ou de feedback para gerar novos insights e soluções para o seu atendimento, dentre tantos outros processos que podem ser implementados de maneira personalizada.

Que tal, o que você achou das novas formas de trabalho que apontamos neste artigo? Alguma delas já é empregada no seu negócio? Deixe seu comentário!